Pastor da Igreja Quadrangular (ES) é assassinado a facadas enquanto dormia

O pastor Ericsson Roza Soares tinha 36 anos foi atingido por diversas facadas dentro do quarto onde dormia no apartamento em que ele morava,

Nesta segunda-feira (07),  o pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular em Vila Velha -ES, Ericsson Roza Soares – ou bispo Ericsson foi assassinado a facadas em seu apartamento enquanto dormia. Um homem procurou a polícia civil para assumir o crime e afirmou que o motivo foi o fim de um relacionamento homoafetivo. O ajudante de pedreiro que assumiu a autoria do crime disse que estava morando com o religioso há pouco menos de uma semana.

O pastor Ericsson Roza Soares tinha 36 anos foi atingido por diversas facadas dentro do quarto onde dormia no apartamento em que ele morava, na Rua Pará, na Praia da Costa, Vila Velha -ES. Ele servia como pastor na Primeira Igreja Quadrangular de Vitória, na Ilha de Santa Maria, onde atuava desde os 7 anos de idade.

Á policia, o assassino disse que mantinha uma relação homoafetiva com o pastor e que moravam juntos há uma semana. Revelou que decidiu acabar com o relacionamento, mas Ericsson não teria aceitado, o que gerou uma discussão. Vários Membros da igreja que foram até o local disseram que o pastor deu apoio a um homem e permitiu que ele ficasse em sua casa. E ainda que se tratava de um dependente químico em recuperação.


Ele confessou o crime foi encaminhado à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa. De acordo com a perícia, há muito sangue e sinais de luta corporal no cômodo.

Dependente químico

Quem encontrou o corpo do pastor foi um sobrinho dele, de 22 anos, que morava no mesmo apartamento, segundo a namorada de Ericsson.

A namorada afirmou ainda que o ajudante de pedreiro era amigo da família há cinco anos e que era dependente químico. O pastor, segundo ela, ajudava o pedreiro pagando o aluguel dele e o tratamento para que se livrasse das drogas. 

Com informações ES Hoje, via G1 ES